Plástica de Nariz Secundária, Rinoplastia Secundária

Plástica de Nariz Secundária (Rinoplastia Secundária)



Plástica de NarizA plástica de nariz secundária é o procedimento cirúrgico que visa melhorar uma rinoplastia prévia, tanto do ponto de vista funcional como estético. Nos últimos anos, temos notado grande procura pela plástica de nariz secundária. Este site surgiu a convite de nossa família de pacientes para esclarecer dúvidas sobre a plástica de nariz secundária. Utilize as informações com critério e consulte sempre seu médico de  confiança.

Por que Aumentou a Procura Pela Plástica de Nariz Secundária?

A rinoplastia estética é certamente a plástica de maior complexidade. Acreditamos que muitas vezes os resultados são bons a curto prazo; no entanto, os pacientes se queixam do aspecto e deformidades no período pós cirúrgico de 1 a 5 anos, fase na qual a cicatrização dos tecidos internos do nariz começam a se contrair e mostrar eventuais “fraquezas” e instabilidades internas. Observamos também alguns pacientes que desejam a plástica de nariz secundária visando apenas a melhoria da respiração. Nesses casos, é possível que algumas técnicas de cirurgia de nariz que trazem bons resultados apenas a curto prazo também instabilizam e enfraqueçam o nariz operado, trazendo prejuízo na respiração do paciente.

O que Mudou na Abordagem Operatória Utilizada na Plástica de Nariz Secundária?

No fim do século passado, observando esta tendência de bons resultados a curto prazo mas insatisfação ao longo dos anos seguintes, especialistas em plástica de nariz secundária mudaram a sua abordagem cirúrgica. Observaram que algumas técnicas “enfraqueciam” e desestabilizavam as estruturas internas do nariz. Dessa maneira, optaram por evitar esta conduta em seus pacientes utilizando procedimentos menos reducionais, ou seja, “enfraquecendo” o mínimo possível. Adicionalmente, começaram a usar de rotina técnicas com enxertos para dar mais “força” ao nariz, de maneira que consiga resistir à inevitável contratura da cicatrização que acomete o nariz no decorrer dos anos. Os enxertos são pequenos pedaços de cartilagem ou osso do próprio paciente que são usados durante a plástica de nariz secundária e primária para cumprir algumas funções básicas:

  • ajudar a parte respiratória (funcional) na plástica de nariz secundária e primária
  • auxiliar no formato da ponta nasal e do dorso (parte dura do nariz situada entre os olhos)
  • manter ou alterar o formato e  projeção da ponta nasal
  • evitar distorções a longo prazo do resultado obtido durante a plástica de nariz secundária ou primária

Plástica de NarizDessa maneira, observamos que com uma abordagem mais conservadora, a moderna plástica de nariz secundária tenta resgatar o que foi perdido durante a primeira cirurgia: estabilidade, força, respiração e beleza nasal.

Bioplastia o Perigo de Injetar Substâncias no Nariz

A indústria estética criou nos últimos anos um novo problema para o cirurgião que foca sua atividade em cirurgia nasal. Trata-se da “bioplastia” que é uma atividade na qual se aplica substâncias no nariz. Observamos regularmente em congressos relatos de complicações devastadoras de pacientes que foram submetidos à “bioplastia”, tais como: infecção crônica, dor local, inchaço, distorção nasal e até mesmo perda total do nariz. Muitas vezes, a complicação é tão agressiva que impossibilita o paciente ser submetido à uma plástica de nariz secundária pois a pele pode não resistir ao procedimento. Nestas situações, o tratamento muda completamente, partindo da parte estética para técnicas complexas de reconstrução nasal.


Embora não seja consenso, o Dr. Wulkan é contrário à prática de bioplastia pois os riscos do procedimento são muito grandes. Mesmo substâncias que são absorvíveis não devem ser injetadas no nariz, principalmente próximo à superfície cutânea em pacientes com pele fina. O fato preocupante é que dermatologistas, médicos em geral ou até mesmo cirurgiões que não têm experiência com plástica de nariz secundária ou primária optam por realizar a “bioplastia” por ser procedimento rápido mas desconhecem (ou ignoram) os riscos.

Sugerimos que o candidato à plástica de nariz secundária e primária realize a operação com membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica que tenha foco maior em rinoplastia funcional. Na nossa opinião, os otorrinolaringologistas também são médicos capacitados para realizar plástica de nariz secundária. Verifique se seu otorrinolaringologista seja membro da Academia Brasileira de Cirurgia Plástica Facial e que tenha realizado treinamento complementar em plástica de nariz para otimizar os seus resultados.


Causas Comuns de Resultado Insatisfatório Durante a Rinoplastia Primária

Plástica de NarizAlém da “bioplastia”, observamos outras causas comuns de insucesso cirúrgico que levam à necessidade de plástica de nariz secundária. Técnicas reducionais, ou seja, que diminuem o tamanho do nariz, podem levar à desestabilização das estruturas internas. A fraqueza decorrente dessas técnicas podem resultar em deformidades estéticas e alterações negativas na respiração. É por este motivo que o Dr. Wulkan utiliza na maioria dos casos a abordagem funcional estruturada, tanto na plástica de nariz secundária como na primária.

O uso incorreto de enxertos também pode levar à revisão cirúrgica do nariz pois os mesmos podem se deslocar do lugar onde foram colocados, tornar-se exageradamente palpáveis ou até mesmo visíveis. Este problema ocorre principalmente em pacientes com pele fina. Avaliação prévia incorreta das proporções estéticas da face também é uma causa importante de
insucesso nos resultados.

É preciso somar à avaliação de proporções estéticas da face a arte e refinamento opereratório à fim de evitar plástica de nariz secundária. Por fim, destacamos que o sucesso da rinoplastia depende também dos cuidados operatórios que devem ser seguidos constantemente por seu médico de confiança. Não adianta operar e não se cuidar ou desprezar orientação médica.  Observamos alguns casos em que realizamos plástica de nariz secundária simplesmente pelo fato do paciente não seguir corretamente as orientações médicas.




Nariz “Torto”


O nariz torto ou com desvio decorrente de uma rinoplastia é um desafio para o cirurgião que faz plástica de nariz secundária.
Os motivos do nariz desviado pode ser vários. Basicamente, pode ser próprio do paciente ou decorrente de trauma. Os desvios podem ocorrer na parte óssea do nariz, cartilaginosa ou em ambas. Se o desvio for ósseo, a fratura (osteotomia) precisa durante a plástica de nariz secundária pode corrigir a situação. Se o desvio incluir a parte de baixo do nariz, ou seja, comprometer também a região das cartilagens, devemos realizar manobras cirúrgicas para reposicionar o terço inferior do nariz. Nestas situações, é comum também corrigirmos durante a plástica de nariz secundária desvio de septo pois é uma causa freqüente de desvio na parte inferior do nariz. O objetivo do Dr. Wulkan é sempre melhorar o aspecto estético e respiratório(funcional) durante a plástica de nariz secundária. Por este motivo, quase sempre aborda o se

A Importâcina da Costela na Plástica de Nariz Secundária

Como já podemos notar, a rinoplastia moderna utiliza muitos enxertos para remodelar e tratar deformidades.  Nosso material de enxerto preferido é a cartilagem do septo. Quando possível, utilizamos cartilagem do próprio septo do paciente ou parte da cartilagem da orelha. Em alguns pacientes, não há material de septo suficiente para dar a estrutura interna e contorno necessários. Infelizmente, a cartilagem da orelha também não é adequada pois não fornece a “força” necessária para dar suporte no nariz, além de ser em quantidade insuficiente. Portanto, muitas vezes observamos  que para a demanda de múltiplos enxertos apenas a costela poderá nos fornecer a quantidade e qualidade necessária para a plástica de nariz secundária.

Plástica de NarizAs costelas são compostas por osso e cartilagem. Utilizamos geralmente apenas a parte cartilaginosa da costela pois podemos esculpi-la com mais facilidade se comparada com o osso. A cicatriz fica escondida em baixo das mamas nas mulheres e de tamanho bem pequeno, parecida com a cicatriz para implante de silicone mamário. Para os homens que precisam de muitos enxertos durante a plástica de nariz secundária, a cicatriz também fica nesta região e geralmente de bom aspecto pois temos o cuidado e todo o refinamento técnico para dar o melhor resultado possível.

O paciente que utiliza costela durante a plástica de nariz secundária também se beneficia de outra situação única: pela mesma pequena incisão no tórax podemos pegar pericôndrio para ser utilizado durante o procedimento. O pericôndrio é uma fina camada de “fibrose” que recobre a costela e é utilizado para camuflar pequenas irregularidades no dorso que podem ficar visíveis ao longo do tempo, especialmente em pacientes com pele fina. Também pode ser usado na ponta do nariz com o mesmo objetivo.
Nossos pacientes não costumam relatar dor após a retirada de parte da(s) costela(s), apenas um leve desconforto. Utilizamos medicamentos durante e após a plástica de nariz secundária que minimizam muito o desconforto.

Muitos cirurgiões plásticos especialistas em nariz consideram a costela como a melhor opção de área doadora para enxertos durante a plástica de nariz secundária e até mesmo para a rinoplastia primária. Concordamos com esta opinião, mas devemos sempre analisar cada caso em particular durante consulta médica.


Filosofia da Plástica de Nariz Secundária

O paciente que vai se submeter a uma nova rinoplastia deve ser visto com seriedade. Entendemos a frustração de um resultado indesejável e por isso nos empenhamos ao máximo para que a nova plástica de nariz secundária seja a última de sua vida. Infelizmente, nenhum cirurgião pode prometer resultados pois existe uma conjuntura biológica própria de cada paciente que o cirurgião não tem controle.

Nossa filosofia da plástica de nariz secundária é simples: só terminaremos a cirurgia assim que alcançarmos o resultado próximo do ideal desejado por nossos pacientes. A sua satisfação pessoal é nosso maior presente. Com o objetivo de trazer resultados estéticos e funcionais para toda a vida, nossas cirurgias são mais demoradas se comparadas com de outros cirurgiões. Posso demorar de 5 a 8 horas para realizar a plástica de nariz secundária, enquanto outros cirurgiões podem operar em tempo muito menor. No entanto, eu prefiro marcar uma rinoplastia secundária por dia para focar todos meus esforços em apenas um paciente. Prefiro qualidade à quantidade. Felizmente, esta abordagem tem trazido bons resultados para com nossa família de pacientes. 

Como Escolher um Cirurgião Para Operar o Nariz?

A plástica de nariz secundária é o procedimento estético mais difícil para o cirurgião da área. Acreditamos que existam ótimos cirurgiões habilitados para esta cirurgia, em especial aqueles que focam sua carreira nesta área de atuação. O Dr. Wulkan aprendeu diretamente com os principais especialistas da rinoplastia mundial para tornar a plástica de nariz secundária mais previsível e menos traumática.

O Dr. Wulkan é membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica e aprendeu com cirurgiões plásticos e otorrinolaringologistas das principais instituições do mundo (Harvard, New York University, University of Illinois at Chicago, University of Chicago, University of Pittsburgh, Dallas, Nashua, Manhattan Eye, Ear and Throat Hospital), assim como em clínicas particulares de cirurgiões da área. Com isso, sente-se apto para ajudar seus pacientes a amenizar ou até mesmo tratar as deformidades adquiridas durante a cirurgia plástica do nariz pela primeira vez. (www.drwulkan.com.br)

 

Links Úteis Relacionados a Plástica de Nariz Secundária (Rinoplastia Secundária)

Rinoplastia
Rinoplastia Secundária
Plástica dos Seios
Plástica das Pálpebras
Plástica Após Obesidade

Aplicação de Botox
Plástica de Abdome | Abdominoplastia
Plástica de Nariz Secundária
Dr. Marcelo Wulkan



 

Otimização de sites: On3W Produtora Web.